26/06/2019 às 16h35min - Atualizada em 01/07/2019 às 14h48min

Após tratamento terapêutico para combate depressão causada por Transtorno do Estresse Pós-Traumático, paciente escreve livro que vai virar filme

Situações de violência em nosso cotidiano, podem levar ao chamado Transtorno do estresse Pós-Traumático. Como ele é tratado, e como buscar uma cura?

DINO
http://www.editoraalbatroz.com.br

Transtorno do Estresse Pós-Traumático é um distúrbio que pode ser desenvolvido por pessoas que passam por uma situação de violência. O que ocorre é que durante o momento traumático o córtex pré-frontal não funciona adequadamente, registrando mais sensações do que cognições, ou seja, o trauma interrompe as funções cognitivas, impossibilitando a defesa do organismo. É necessária uma terapia adequada e individualizada para resgatar a potência muscular e restaurar as funções cognitivas do portador do transtorno. “Em 80% das vezes gera um distúrbio psiquiátrico associado, o principal é a depressão” - relata William Berger professor psiquiatra da Universidade Federal Fluminense.

O livro “Acordei Assim” de Fátima de Souza é um relato autobiográfico de sua experiência de cura, sobre o distúrbio e a subsequente depressão que a acometeram após sofrer um sequestro junto com sua filha de seis anos. O primeiro sintoma surgiu quinze dias após o ocorrido, na forma de uma crise de câimbras no corpo inteiro que a imobilizou completamente. Fátima passou por muitos diagnósticos equivocados até descobrir que sofria de Transtorno do Estresse Pós-Traumático. O livro conta a trajetória de tratamentos aos quais foi submetida após entrar em uma depressão profunda e ser internada algumas vezes, a ponto de se sentir completamente “fora do ar”.

A escritora passou por vários processos terapêuticos até que, por indicação psiquiátrica, chegou à ECT (Eletroconvulsoterapia), terapia também conhecida como eletrochoque. Após oito sessões ela respondeu satisfatoriamente ao tratamento, e a partir daí seguiu o processo da terapia tradicional. Após apresentar melhoras consistentes, sua psicóloga sugeriu que escrevesse um livro sobre sua vivência com a doença. E assim nasceram a escritora Fátima de Souza e seu livro,“ Acordei Assim“, publicado  pela editora ALBATROZ.

Algum tempo depois o livro chegou às mãos do cineasta Leandro Lima, que decidiu transformá-lo em um filme que já conta com os atores Sandra Corveloni e Fabricio Boliveira nos papéis dos protagonistas. Eles representarão Fátima e seu marido, que esteve presente ao seu lado em toda jornada em busca da cura.  Em breve veremos na tela do cinema a história de superação e amor de “Acordei Assim“.

 

SERVIÇOS:

Título: Acordei Assim

Autora:  Fátima  de Souza

Editora: Albatroz

Onde encontrar: www.editoraalbatroz.com.br

Valor:  R$ 35,00

 



Website: http://www.editoraalbatroz.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp